O grande número de lesões na Copa do Qatar tem chamado atenção do jornalismo esportivo. O Brasil em especial, que teve mais de 5 lesões, sofreu de maneira dramática com essa condição.

Recentemente concedi entrevista para o programa “Vai se Qatar”, apresentado pelos jornalistas do UOL Chico Barney e Fernanda Arantes.

O que tenho observado, é que as lesões têm ocorrido mais pela impetuosidade dos jogadores. Nesse ponto, a tecnologia para o tratamento das lesões pode fazer a diferença.

Copa do Mundo é uma vitrine espetacular para os jogadores. Muitos jogam na Europa e têm a intenção de ter outros contratos.

Diferentemente de outros mundiais, a Copa do Mundo deste ano é disputada no mês de novembro, no meio da temporada europeia e com um clima diferente do habitual.

Apesar disso, penso que as condições estão adequadas. O Qatar já determinou que a Copa do Mundo fosse disputada em um período não tão quente e o gramado está em condições boas, apesar das críticas, e a refrigeração dos estádios é espetacular.

Para quem quiser conferir, segue o vídeo com a minha análise para o UOL.

Mais posts

Guia de Saúde para a Copa do Mundo

Baixe o guia desenvolvido para a cobertura da Copa do Mundo para orientação sobre as principais questões de saúde envolvendo o esporte de alto rendimento.

Cuidados Clínicos – Artroplastia de Joelho e Quadril

A artroplastia é uma cirurgia que substitui as superfícies gastas dos ossos para dar mais conforto e qualidade de vida aos pacientes. O Programa de Cuidados Clínicos do HCor apresenta orientações para o pré e pós operatório.